A MATURAÇÃO

Feita a Massa de Pizza chegou a hora de dividir a amassadura em porções.



Estas porções podem ser feitas à sua medida dependendo de como habituou o seu Cliente, por exemplo, 160, 180, 200, 220, 230, 250 gramas. A VIP está preparada para satisfazer qualquer exigência, desde 50 a 1.000 gramas.

Após a divisão da massa em porções temos que formar as bolas de Massa de Pizza.


A Massa de Pizza está pronta, finalmente, para começar o seu processo de alta digestibilidade, característica dos nossos produtos VIP e que tanta fama nos tem vindo a dar.


A Massa da Pizza, formada em bolas e colocada em tabuleiros vai directamente para um abatedor térmico onde é refrigerada a 0º C e, assim, permanecer durante 24 horas a maturar.

A maturação é um processo enzimático que não se extingue no abatimento e vai prosseguir na levedação (fermentação) até a Pizza entrar no forno.


As enzimas presentes, naturalmente, na farinha decompõem os açúcares complexos (amido) em açúcares simples (glicose) e actuam entre as temperaturas de 18º C negativos e 60º C positivos.

São as responsáveis, portanto, pela maturação da Massa de Pizza e, consequentemente, pela digestibilidade da Pizza.



O exemplo mais prático que conhecemos deste processo enzimático ocorre com a fruta; uma maçã ou banana verdes e maduras. As segundas não pesam no estômago e as primeiras sim.

O mesmo se passa com a Massa da Pizza e o mínimo de tempo que deve maturar são 24 horas. E este é um processo biológico natural que, felizmente, o Homem NÃO pode alterar, acelerando-o.

Passadas as 24 horas de maturação a 0º C a Massa da Pizza terá a sua temperatura abatida a 30º C negativos e será mantida em câmaras de ultra-congelação a 22º C negativos até chegar à sua Pizzeria ou Restaurante.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo